09
Jun 14

 

O glorioso conquistou a sua 14ª Taça de Portugal em Hóquei em patins, derrotando o fcp por 8-3, no recinto do Turquel.

O Benfica esteve a perder por 2-0, com golos de Ricardo Barreiros, aos seis minutos, e Jorge Silva, aos nove, mas deram a reviravolta ao marcador, graças aos golos de Valter Neves, aos 14', 38' e 41', João Rodrigues, aos 33', e Carlos López, aos 44' e 46'. Hélder Nunes, aos 46', ainda reduziu a diferença, mas João Rodrigues, aos 48', e Guilherme Silva, aos 49', fixaram o resultado final.

O Benfica não ganhava a Taça de Portugal desde 2009-10.

 

 

 

 

  

Parabéns a Pedro Nunes por mais esta conquista, tendo o mesmo no fim do encontro dito que "sinto uma alegria imensa, um orgulho enorme pela conquista da Taça de Portugal e por ver o Universo benfiquista a festejar desta forma. É para isto que nós trabalhamos. A força do Clube está nisto" ; "A equipa do Benfica equilibrou-se após o 2-0 e a segunda parte foi superior e é um vencedor justo. Uma palavra de apreço para o FC Porto que é um digno vencido e ganhámos a uma grande equipa".

 

 

As maiores felicidades para Marc Coy, que no final do encontro despediu-se dos adeptos "Hoje foi o último jogo a vestir a camisola do Sport Lisboa e Benfica!! Só posso agradecer ao clube a oportunidade de honrar esta camisola!! Agradecer aos adeptos todo o carinho que me deram desde o primeiro dia!! Obrigado por tudo!!!"

 

 

Não poderia deixar de referir mais uma vez a brutalidade/cobardia de Edo Bosch nos encontros contra o Benfica.

Espero que desta vez tenha um castigo exemplar.

 

publicado por aguiavitoria às 16:56

30
Mai 14

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por aguiavitoria às 00:10

09
Mar 14

 

 

A nossa equipa feminina de rugby de sevens conquistou mais um título, desta feita a taça de Portugal, derrotando na final o CR Técnico, por 29-7.

Esta é a sétima Taça de Portugal conquistada pela nossa equipa, em dez disputadas.

 

Já começam a escassear palavras para elogiar as nossas meninas, por isso mais uma vez deixo aqui os meus parabéns para elas.

publicado por aguiavitoria às 00:18

29
Mai 13

 

Infelizmente cumpriram-se os meus maiores receios, tendo o Benfica encarado esta final como que vencida ainda antes de a disputar.

A atitude passiva, como que mais tarde ou mais cedo os golos aparecerão, naturalmente foi fatal, assim como a defesa de uma vantagem escassa de 1-0.

 

 

O Vitória SC (visto que as armas ao dispor de Rui Vitória estão a anos luz das que estão ao dispor de JJ), efectuou o jogo que tinha de efectuar, ou seja, dando a iniciativa ao Benfica e tentando ao máximo o contra-ataque.

Foram nestes moldes que se assistiu a uma final fraquíssima em termos de qualidade futebolística, contrapondo com uma atmosfera envolvente fantástica quer de uma, quer de outra parte.

 

 

O primeiro lance de perigo surgiu por intermédio de Garay, que obrigou o guardião vimaranense a efectuar uma excelente intervenção.

O Vitória respondeu através de um contra-ataque colocando cinco jogadores contra apenas dois do Benfica, por sorte a bola acabou na malha lateral.



Logo após este lance o Benfica chegou à vantagem através de um lance algo caricato, Kanu ao tentar aliviar a bola da sua área, levou a que a mesma fosse embater no pé de Gaitán e entrasse na baliza de Douglas.



O Benfica descansou em cima da vantagem, e o Vitória também não mostrava grandes argumentos para incomodar Artur.

Até que aos 80 minutos, após um mau alívio de Artur o Vitória recupera a bola à entrada da área benfiquista, levando a que Soudani aparecesse sozinho na cara de Moraes fazendo o empate.



O Benfica sentiu, e de que maneira o golo, e dois minutos volvidos Ricardo fez uma diagonal e rematou, com a bola ainda a ser desviada por Luisão, traindo Artur.



Após a reviravolta vitoriana, o Benfica mostrou grande nervosismo, não conseguindo criar situações de perigo para Douglas.

Por muito que me custe, o Vitória SC conquistou a sua primeira Taça de Portugal com todo o mérito.

Parabéns Vitória.



Não poderia deixar de dar uma palavra de apreço a todos os benfiquistas presentes no Jamor, e que não mereciam que a equipa estivesse tão ausente neste encontro.



publicado por aguiavitoria às 20:27

18
Abr 13

 

O glorioso confirmou o que já todos esperavamos, e marcou presença na final da Taça de Portugal, após empatar a um golo, em casa, frente ao Paços de Ferreira, no jogo da segunda mão das meias-finais da prova.

 

 

Depois da vitória, por 2-0, no reduto da equipa pacense, no encontro da primeira mão, ou seja,  com a eliminatória praticamente decidida, o golo de Cardozo, aos 54  minutos, deixou ainda mais aberto o caminho para a final, tendo os pacenses  igualado aos 80, por Cícero, que aproveitou da melhor maneira um erro de  Maxi Pereira.

 

 

JJ não efectuou poupanças no onze escolhido, excepto na troca de Rodrigo por Lima.

O Benfica assumiu o jogo desde o seu inicio, criando inumeras oportunidades de golo, Cardozo, Rodrigo e Salvio tiveram remates perigosos que falharam o alvo por pouco.

Os pacenses apenas por uma vez criaram perigo, e que perigo, tendo Artur sido obrigado a uma excelente intervenção aos pés de Hurtado, que surgiu isolado pela esquerda do seu ataque.



No inicio da segunda parte o Benfica acelerou um pouco mais o ritmo, e com oito minutos decorridos chegou ao golo por Cardozo, na conclusão de uma boa jogada entre Enzo e Gaitán, que fez o centro da esquerda para o remate rasteiro e colocado de primeira por parte do paraguaio.

Após o golo o Benfica baixou o ritmo e num passe displicente de Maxi, que isolou o recém entrado Cícero, sofreu o golo do empate.

O Paços é uma boa equipa, muito bem orientada, e voltou a demonstrá-lo neste jogo, pelo que era previsível que acabasse por aproveitar algum erro nosso.

 

 

O mais importante foi alcançado, ou seja, o regresso ao Jamor.

A final da Taça de Portugal está agendada para o dia 26 de Maio, no Estádio Nacional.

publicado por aguiavitoria às 13:07

01
Fev 13

 

O S.L.Benfica venceu por duas bolas a zero o Paços de Ferreira na Mata Real, no primeiro jogo das meias-finais da Taça de Portugal, dando assim um passo importantíssimo rumo ao Jamor.

 

 

O Paços de Ferreira demonstrou sobretudo no primeiro tempo, o porquê de ocupar atualmente a quarta posição no campeonato, jogando bastante bem.

O S.L.Benfica dispôs de algumas oportunidades nos primeiros quarenta e cinco minutos, certo é que o jogo foi para o descanso empatado a zero.

Lima continua em excelente forma e aos 58 minutos aproveitou uma boa jogada na direita de Salvio para encostar sem problemas para o fundo da baliza de Cássio.

 

 

Aos 75 minutos Ola John fez o segundo golo numa recarga de um remate de Rodrigo.

 

 

O S.L.Benfica até ao final do encontro ainda poderia ter marcado mais um ou dois golos mas a falta de sorte na hora de encostar a bola para o fundo da baliza foi evidente.

Com este resultado o S.L.Benfica dá um passo de gigante rumo ao Jamor.

Os encarnados recebem na Luz o Paços de Ferreira no dia 17 de Abril, na segunda mão das meias-finais.

 

publicado por aguiavitoria às 16:13

23
Nov 12

 

Na próxima ronda da Taça de Portugal o glorioso ainda não sabe com exatidão quem irá receber no Estádio da Luz, isto devido ao imbróglio relacionado com o jogo Operário-Caldas, da segunda eliminatória. A resolução do processo ditará o adversário do Coimbrões na terceira eliminatória, sendo que o vencedor dessa ronda encontrará o Desp. Aves na quarta eliminatória.

Independentemente do adversário que sairá deste imbróglio somente será mais um passo rumo ao Jamor.

publicado por aguiavitoria às 14:59

29
Out 12

 

Na próxima ronda da Taça de Portugal o glorioso vai a Moreira de Cónegos.

O sorteio ditou um Moreirense - S.L.Benfica.

Mais um passo rumo ao Jamor.

publicado por aguiavitoria às 16:28

06
Dez 11

 

O S.L.Benfica foi eliminado da Taça de Portugal depois de perder por 2-1 no Estádio dos Barreiros, diante do Marítimo.
O glorioso esteve em vantagem no jogo graças a um golo apontado por Saviola, de grande penalidade, aos 27 minutos de jogo.

Um lance algo dúvidoso acerca da existência ou não de falta sobre Nolito num lance disputado entre o espanhol, João Guilherme e Briguel.
Os primeiros 45 minutos foram marcados por uma supremacia encarnada a todos os níveis.

 

 

Na segunda parte a história do jogo fez-se com um Marítimo transfigurado.

Se bem que a primeira oportunidade de golo do jogo, depois do descanso, foi das águias, com Rodrigo a atirar ao lado quando parecia que ia fazer o 2- 0.
Quem não falhou aos 60 minutos foi Roberto Sousa com um grande golo, num tiro do meio-campo que apanhou Eduardo adiantado.
O 2-1 apareceu 10 minutos depois com Sami a fazer um chapéu ao guardião português. Um golo que surgiu logo no minuto anterior à entrada de Aimar em campo para o lugar de Saviola. Jesus tentava pôr ordem na equipa do Benfica, fundamentalmente na espinha do meio do terreno, mas a substituição veio tarde.

A entrada de Aimar sentiu-se na equipa encarnada, mas o maestro argentino não conseguiu evitar a primeira derrota da época do S.L.Benfica. O argentino ainda teve duas ocasiões para empatar, no seguimento de um pontapé de canto em que atira ao lado e num remate em que Ricardo segura a bola.
Mas o marcador final não passaria dos 2-1.

Mais um ano em que o Jamor ficou por um canudo e Jorge Jesus perde novamente o sonho de poder conquistar a Taça para dedicar ao pai.

 

 

Ficha de jogo

 

Jogo no Estádio dos Barreiros, no Funchal.

 

Ao intervalo: 0-1.

 

Resultado final: 2-1.

 

Marcadores:

 

0-1, por Saviola, 27 minutos (penalty).

1-1, por Roberto Souza, 60 minutos.

2-1, por Sami, 70 minutos.

 

Marítimo: Ricardo Ferreira, Briguel, João Guilherme, Roberge, Luís Olim, Rafael Miranda, Roberto Souza, Olberdam (Benachour, 84), Danilo Dias (Heldon, 70), Baba e Sami (Igor, 88). 
Suplentes: Peçanha, Benachour, Tchô, Gonçalo Abreu, Heldon, Fidelis e Igor.

 

S.L.Benfica: Eduardo, Rúben Amorim (Maxi Pereira, 85), Jardel, Ezequiel Garay, Emerson, Matic (Nélson Oliveira, 75), Axel Witsel, Nicolás Gaitán, Saviola (Pablo Aimar, 70), Nolito e Rodrigo.
Suplentes: Mika, Miguel Vítor, Maxi Pereira, Javi García, Bruno César, Pablo Aimar e Nélson Oliveira.

 

Árbitro: Paulo Baptista.

 

Acção disciplinar:

Cartão amarelo para Briguel (26), Danilo Dias (28), Nicolás Gaitán (39), João Guilherme (79) e Rafael Miranda (90).

 

 

Mais um ano em que a Taça de Portugal nos passa ao lado..................

Espero sinceramente que para o proximo ano a Taça de Portugal seja encarada como um dos objectivos principais para o nosso Benfica, pois uma instituição como a nossa não pode estar tantos anos sem ganhar esta competição.

publicado por aguiavitoria às 18:16

24
Out 11

 

O S.L.Benfica desloca-se à Figueira da Foz para defrontar a Naval 1º de Maio no dia 18 de Novembro, na 4ª eliminatória da Taça de Portugal.

O director desportivo encarnado, Rui Costa, preferia jogar na Luz e promete respeitar ao máximo o adversário.

"A Taça é um dos nossos objectivos para esta época. Queremos ganhar esta competição e assumimos o favoritismo para o jogo da Figueira da Foz".

Foi sem dúvida alguma um sorteio generoso para o nosso glorioso.

Agora só têm de demonstrar em campo a sua enorme superioridade.

publicado por aguiavitoria às 19:14

Os Mandamentos de Jesus - www.wook.pt
Contador
Web Site Hit Counters
stats counter
Globo localizador
Contagem Universal
free counters
mais sobre mim
blogs SAPO