22
Mai 13

 

O S.L.Benfica perdeu com o Chelsea em Amesterdão, na final da Liga Europa, por 2-1.

Foi o regresso do glorioso a uma final europeia.

 

 

A festa começou logo nas bancadas, onde os benfiquistas demonstraram toda a sua alegria e paixão pelo clube.

 

 

Em relação ao encontro, o Benfica desde o início da partida mostrou ser a equipa mais forte e perigosa.

Cardozo nos instantes iniciais cabeceou com algum perigo por cima da baliza de Petr Cech.

 

 

O Benfica dominava o encontro a seu belo prazer, criando variadíssimas situações de perigo junto da baliza de Petr Cech, faltando no entanto a calma necessária para fazer o golo.

 

 

O Chelsea tentava acalmar o ritmo imposto pelo Benfica, mas davam sempre muito espaço aos encarnados.

Ainda no primeiro quarto de hora, num livre muito bem estudado, um remate no vazio estragou o que parecia ser um golo feito.

 

 

O primeiro remate do Chelsea surgiu já depois dos 25 minutos, com Óscar a atirar de longe à figura de Artur.

Na jogada seguinte houve novamente espaço, desta vez para Gaitán, que também hesitou perto da baliza e optou pelo cruzamento.

Aos 37 minutos, Lampard protagonizou o remate mais perigoso do primeiro tempo, com Artur a responder com uma espetacular defesa.

 

 

Ao fim da primeira parte, o Benfica foi a equipa que recuperou mais rapidamente a bola no meio campo, que pressionou mais, que teve uma circulação de bola mais conseguida e procurou mais a baliza contrária, tendo várias situações perigosas, todas elas dentro da área, contudo o 0-0 teimou em persistir ao intervalo.

Na segunda parte, mais do mesmo, ou seja, o Benfica a criar mais dificuldades ao Chelsea.

Gaitán rematou ao lado, Rodrigo deixou-se antecipar e Cardozo marcou mesmo, mas estava milimetricamente em posição irregular.

 

 

Aos 59 minutos, o Chelsea chegou ao golo, com apenas dois toques, a bola chegou a Torres que após deixar Luisão para trás, contornou Artur Moraes e fez o 1-0.

 

 

O Benfica respondeu quase de imediato, e oito minutos depois, Cardozo não desperdiçou uma grande penalidade (mão de Azpilicueta) para igualar o resultado.

 

 

Após alguns minutos de acalmia, Cardozo despertou o ambiente, numa tentativa de longe que proporcionou a Petr Cech a melhor defesa da noite.

Na jogada seguinte Tacuara teve oportunidade para encostar ao segundo poste, mas o toque saiu defeituoso.

Lampard respondeu com uma bomba que embateu na barra.

Já quando todos esperavam pelo fim do jogo, aos 92 minutos, na marcação de um pontapé de canto, Ivanovicfoi o melhor nas alturas e fez o 2-1 final.

 

 

O Benfica perde a final da liga Europa no período de compensação, tal como havia acontecido no Estádio do Dragão.

 

 

Nem sempre a melhor equipa ganha o desafio, e neste caso ficou mais que evidente que este Benfica é superior a este Chelsea.

 

publicado por aguiavitoria às 13:50

Os Mandamentos de Jesus - www.wook.pt
Contador
Web Site Hit Counters
stats counter
Globo localizador
Contagem Universal
free counters
mais sobre mim
blogs SAPO