23
Nov 12

 

Champions League - Grupo G - 5ª jornada 
Estádio da Luz 

Árbitro: Viktor Kassai (Hungria)

S.L.Benfica (Titulares): Artur Morais, Luisão, Garay, Melgarejo, André Almeida, Matic (Maxi Pereira 78m), Enzo Pérez, Óscar Cardozo, Lima (Nicolás Gaitán 75m), Ola John e Salvio (Jardel 89m).


S.L.Benfica (Suplentes): Paulo Lopes, Miguel Vitor, Bruno César, Nolito, Nicolás Gaitán, André Gomes e Óscar Cardozo.

 

Celtic (Titulares): Fraser Forster, Adam Matthews, Efe Ambrose, Kelvin Wilson, Charlie Mulgrew (Biram Kayal 46m), Mikael Lustig, Joe Ledley (Anthony Watt 80m), Victor Wanyama, Gary Hooper, Scott Brown (Kris Commons 64m) e Georgios Samaras.

 

Celtic (Suplentes): Dikan, Bryzgalov, Suchy, Makhmudov, Zeeuw, Ananidze e Dzyuba.

Cartões Amarelos: 2 (S.L.Benfica) Melgarejo 77m e André Almeida 90m.

                              3 (Celtic) Georgios Samaras 38m, Joe Ledley 48m e Victor Wanyama 85m,

       
Resultado final: 2-1. 1-0 Ola John 7m, 1-1 Georgios Samaras 32m e 2-1 Ezequiel Garay 71m.

 

 

O S.L.Benfica venceu o Celtic por 2-1.

O Celtic apresentou-se na Luz no segundo lugar do Grupo G da Liga dos Campeões, saindo deste encontro no terceiro lugar, o que leva para a última jornada a decisão sobre quem acompanha o Barcelona na fase seguinte.

A tarefa para o glorioso não se avizinha fáci, pois os escoceses recebem o Spartak de Moscovo enquanto os encarnados fecham a fase de grupos em Camp Nou.

 

 

A vitória do S.L.Benfica começou a desenhar-se logo aos 7 minutos, com um golo de Ola John. Salvio, um dos melhores em campo, cruzou da direita,  Óscar Cardozo falhou o remate e a bola sobrou para o holandês que inaugurou o marcador.

 

 

O Celtic na primeira vez que chegou à baliza encarnada fez o empate aos 32 minutos, pelo avançado grego Samaras.

Na sequencia de um pontapé de canto, Samaras apareceu completamente sozinho restabelecendo a igualdade.

 

 

A segunda parte foi de grande pressão do S.L.Benfica, com o Celtic a defender o empate. A vitória surgiu, muito justamente, aos 71 minutos do pé direito de Garay, assistido por Luisão, de regresso à equipa após a suspensão.

Óscar cardozo ainda teve duas clarissimas oportunidades para "matar" o jogo mas o guarda-redes Fraser Forster (o melhor elemento em campo por parte dos escoceses), tirou o golo ao Tacuara.

Vitória mais que justa, pecando somente por escassa.

 

publicado por aguiavitoria às 15:59
tags:

Os Mandamentos de Jesus - www.wook.pt
Contador
Web Site Hit Counters
stats counter
Globo localizador
Contagem Universal
free counters
mais sobre mim
blogs SAPO