14
Dez 11

 

O nosso S.L.Benfica Venceu o Otelul Galati por 1-0, em encontro da 6ª jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões, e garantiu o primeiro lugar do grupo C, com o Basileia no segundo lugar após vencer em casa o Manchester United.

Cardozo foi o autor do único golo da partida, marcado muito cedo, logo aos 8 minutos.

 

 

Um Benfica a jogar a uma velocidade reduzida, garantiu o único objectivo ou seja, a qualificação para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões em primeiro lugar.

Desde 1994/95 que os encarnados não venciam o grupo na Champions e isso é sempre de realçar. Mas fica também a exibição encarnada muito pobre, mas que chegou para derrotar o campeão romeno.

 

 

Ficha de jogo

 

Jogo no Estádio da Luz, em Lisboa.

 

Ao intervalo: 1-0.

 

Resultado final: 1-0.

 

Marcadores:

 

1-0, por Óscar Cardozo, 8 minutos.

 

S.L.Benfica: Artur Moraes, Emerson, Jardel, Ezequiel Garay, Rúben Amorim, Javi García, Axel Witsel, Nicolás Gaitán, Pablo Aimar (Rodrigo, 70), Bruno César (Nolito, 56) e Óscar cardozo (Saviola, 78). 
Suplentes: Eduardo, Saviola, Miguel Vítor, Luís Martins, Matic, Nolito e Rodrigo.

 

Otelul Galati: Branco Grahovac, Râpa, Costin, Perendija, Silviu Ilie (Ljubinkovic, 21), Neagu (Pena, 70), Ioan Filip, Giurgiu, Antal (Frunza, 81), Paraschiv e Iorga.
Suplentes: Branet, Nejc Skubic, Gabriel Viglianti, Ljubinkovic, Frunza, Punosevac e Pena.

 

Árbitro: Manuel Grafe (Alemanha).

 

Acção disciplinar:

Cartão amarelo para Óscar Cardoza (70), Ljubinkovic (82) e Giurgiu (87).

 

 

 

Declarações:

 

Axel Witsel: "Tivemos maior posse de bola, mas não foi fácil para nós. Tivemos dificuldades em meter o último passe e faltou marcar mais golos. Artur? Desde o início da época que nos deu pontos. É por isso que digo que é um guarda-redes soberbo. Esteve muito concentrado todo o jogo, o que nos permitiu não sofrer golos. Para os oitavos-de-final não tenho um adversário preferido. Temos de esperar para ver quais são os jogos, mas as equipas são todas do mesmo nível. Evitar Real Madrid e Barça é importante, nunca se sabe quando se pode ser eliminado".

 

 

Ezequiel Garay: "Não imaginávamos que podíamos terminar em primeiro, mas tivemos mérito o suficiente para consegui-lo. Agora temos de esperar para ver. Estamos surpreendidos porque ficou uma grande equipa de fora (Manchester United), mas ficou demonstrado que qualquer equipa pode vencer outra, na Liga dos Campeões. Na cabeça de todos nós não há nenhuma equipa preferida. Vamos ver quem nos sai, sabendo que será uma eliminatória bonita de se disputar, a duas mãos, em que qualquer um pode ganhar. Nós também estamos capacitados para o fazer. Se faltaram golos? Marcar golos é difícil, joguemos contra quem joguemos é sempre difícil. O Manchester Utd ficou de fora no nosso grupo, o que demonstra isso".

 

 

 

Jorge Jesus: "O objectivo já tinha sido alcançado, mas dada a brilhante campanha que fizemos, tínhamos a possibilidade de ficar em primeiro. Estamos muito satisfeitos. Ficar em primeiro num grupo da Champions é sinal de muito valor. A eliminação do Man Utd mostra a capacidade da equipa do Basileia, que confirmou aquilo que dizíamos, que ia discutir o apuramento até ao fim. Os jogadores estão de parabéns. Agora vamos esperar pelo sorteio".

"Queremos ir até onde nos deixarem. Sabemos que vamos encontrar adversários muito fortes. Acreditamos que temos uma palavra a dizer, eliminatória a eliminatória. Os outros adversários pensam da mesma maneira em relação ao Benfica".
"Este ano somos uma equipa muito mais experiente. Podíamos ter aproveitado uma ou outra saída com mais qualidade, mas não podemos desvalorizar aquilo que o Benfica fez. Não sei quantas vezes mais o Benfica vai vencer um grupo da Champions".
Acerca do sorteio dos oitavos-de-final, "As equipas mais fortes são o Barcelona e o Real Madrid. É importante saber que no sorteio não podemos calhar com estas equipas. Aquilo que o sorteio ditar vamos enfrentar com a mesma confiança".
Sobre o facto de ser o treinador com mais vitórias europeias, ao serviço do clube da Luz, "É sinal que o Benfica voltou à identidade que tinha nos anos setenta e oitenta. Há 17 ou 18 anos que não vencia um grupo da Liga dos Campeões. É fruto do trabalho que temos desenvolvido".

 

 

Dorinel Muneanu (treinador do Otelul Galati): "Estou muito desiludido, pois devíamos ter saído daqui com um ponto, pelo menos. O jogo não foi fácil, mas jogámos bem. Começámos mal o jogo, mas depois conseguimos empurrar o Benfica e ter algumas oportunidades, mas infelizmente não marcámos. Por isso voltámos a sair sem pontos","Temos uma equipa muito jovem, sem experiência. Não conseguimos contratar jogadores mais experientes. Estou um pouco desiludido, mas apenas pelos primeiros quinze minutos do jogo. Depois não tenho nada a dizer. Faltou experiência","Não me surpreende. Os favoritos eram o Benfica e o Man Utd. É verdade que o Benfica não esteve tão bem em casa, mas conseguiu pontuar fora. O Benfica merece, pois é um clube com muitos adeptos. Tem todas as condições para seguir em frente","É difícil, precisava de jogadores. E para voltar temos de ganhar o campeonato novamente, o que é difícil".

 

publicado por aguiavitoria às 15:56

Os Mandamentos de Jesus - www.wook.pt
Contador
Web Site Hit Counters
stats counter
Globo localizador
Contagem Universal
free counters
mais sobre mim
blogs SAPO