10
Mai 11

 

 

 

O Benfica venceu os espanhóis do Vilanova por 6-4 e arrebatou o troféu referente à Taça CERS, em hóquei patins. Diogo Rafael esteve em plano de destaque, com quatro golos marcados.

O jogo começou com cautelas de parte a parte, mas foi a equipa portuguesa a desequilibrar pela primeira vez. Aos 14 minutos, João Rodrigues desferiu um remate potente que só terminou no fundo da baliza. Cinco minutos depois, foi Diogo Rafael a facturar, com uma stickada de meia distância.

O Vilanova reduziu aos 23 minutos, através de Jordi Ferrer, mas o Benfica voltou a alargar a vantagem para 3-1, novamente à custa de Diogo Rafael.

 

 

Depois do intervalo, novo período de jejum até que Roger Rocasalbas reduziu para 3-2, aos 11 minutos. O golo até poderia ter relançado o jogo, não tivesse Diogo Rafael voltado a entrar em acção. Numa tarde inspirada, fez mais dois golos praticamente seguidos (13 e 14 minutos) e sentenciou a final.

Com a equipa de Luís Sénica a gerir a vantagem, os espanhóis pressionaram. Luís Viana, porém, ainda faria o 6-3 de livre directo. Os catalães, o melhor que conseguiram, foi reduzir para 6-4 por Jordi Ferrer. Mas o triunfo já estava nas mãos do Benfica, que podia levantar a sua segunda Taça CERS, vinte anos depois (em 1990-91, venceu o Reus na final).

 

 

O treinador do Benfica, Luís Sénica, considerou um “momento muito importante” para o Benfica a conquista da Taça CERS de hóquei em patins, num ambiente “muito difícil e num grande jogo táctico”. “É um momento muito importante para o Benfica. Uma taça europeia é fantástico, os jogadores demonstraram na pista a sua grandeza”, disse à agência Lusa Luís Sénica, relembrando que há 20 anos que o Benfica não conquistava a Taça CERS.

“Tem um sabor especial ganhar na casa do adversário. Estou muito contente, espero que seja a primeira de muitas, vamos celebrar e, na segunda-feira, pensamos já no próximo objectivo, o campeonato”, afirmou

 

 

 

 

Num ambiente de festa, após a tensão vivida na pista, com alguns desaguisados entre jogadores quando o árbitro apitou para o fim da partida, as águias conquistaram para Portugal o nono título na competição e igualaram o FC Porto (dois títulos na CERS). 

 

 

Parabéns aos nossos campeões que foram recebidos como heróis no aeroporto de Lisboa.

publicado por aguiavitoria às 21:47

Os Mandamentos de Jesus - www.wook.pt
Contador
Web Site Hit Counters
stats counter
Globo localizador
Contagem Universal
free counters
mais sobre mim
blogs SAPO