29
Mai 13

 

O glorioso conquistou o seu 24º título de basquetebol, após vencer a Académica por 91-77, no quarto jogo da final do play-off.

A Académica foi uma equipa cheia de vontade e bastante aguerrida, mas o Benfica mostrou todo o seu poderio, vencendo sem margem para contestação.



Este foi o quarto título do Benfica nos últimos cinco anos, desde que a Federação Portuguesa de Basquetebol retomou a organização do campeonato, após 13 épocas gerido pela liga profissional.

Mais uma vez, parabéns a toda a estrutura do basquetebol benfiquista, mostrando que realmente somos os melhores.



publicado por aguiavitoria às 20:54

Após o comportamento reprovável de Óscar Cardozo no final da Taça de Portugal..........

 

 

 

..........ele responde da seguinte forma............

 

 

..........será que chega?

publicado por aguiavitoria às 20:34

 

Infelizmente cumpriram-se os meus maiores receios, tendo o Benfica encarado esta final como que vencida ainda antes de a disputar.

A atitude passiva, como que mais tarde ou mais cedo os golos aparecerão, naturalmente foi fatal, assim como a defesa de uma vantagem escassa de 1-0.

 

 

O Vitória SC (visto que as armas ao dispor de Rui Vitória estão a anos luz das que estão ao dispor de JJ), efectuou o jogo que tinha de efectuar, ou seja, dando a iniciativa ao Benfica e tentando ao máximo o contra-ataque.

Foram nestes moldes que se assistiu a uma final fraquíssima em termos de qualidade futebolística, contrapondo com uma atmosfera envolvente fantástica quer de uma, quer de outra parte.

 

 

O primeiro lance de perigo surgiu por intermédio de Garay, que obrigou o guardião vimaranense a efectuar uma excelente intervenção.

O Vitória respondeu através de um contra-ataque colocando cinco jogadores contra apenas dois do Benfica, por sorte a bola acabou na malha lateral.



Logo após este lance o Benfica chegou à vantagem através de um lance algo caricato, Kanu ao tentar aliviar a bola da sua área, levou a que a mesma fosse embater no pé de Gaitán e entrasse na baliza de Douglas.



O Benfica descansou em cima da vantagem, e o Vitória também não mostrava grandes argumentos para incomodar Artur.

Até que aos 80 minutos, após um mau alívio de Artur o Vitória recupera a bola à entrada da área benfiquista, levando a que Soudani aparecesse sozinho na cara de Moraes fazendo o empate.



O Benfica sentiu, e de que maneira o golo, e dois minutos volvidos Ricardo fez uma diagonal e rematou, com a bola ainda a ser desviada por Luisão, traindo Artur.



Após a reviravolta vitoriana, o Benfica mostrou grande nervosismo, não conseguindo criar situações de perigo para Douglas.

Por muito que me custe, o Vitória SC conquistou a sua primeira Taça de Portugal com todo o mérito.

Parabéns Vitória.



Não poderia deixar de dar uma palavra de apreço a todos os benfiquistas presentes no Jamor, e que não mereciam que a equipa estivesse tão ausente neste encontro.



publicado por aguiavitoria às 20:27

26
Mai 13

 

O Benfica não pode entrar em campo com uma mentalidade/atitude de que o golo mais tarde ou mais cedo vai aparecer.

O glorioso tem de entrar em força e mesmo marcando um golo, ir sempre em busca de outro e mais outro, é esta a atitude que os jogadores terão de ter, para que não sejamos surpreendidos na parte final do encontro.

 

 

Acredito que o Benfica se jogar aquilo que sabe, vencerá facilmente o encontro, contudo todo o cuidado é pouco, pois este Guimarães apresenta muita juventude e alguns deles de grande qualidade.

 

 

Tragam o caneco !!!

publicado por aguiavitoria às 13:26

 

Bruno de Carvalho em resposta a Pinto da Costa

"Fruta não é connosco, mas não somos bananas!"

publicado por aguiavitoria às 12:56

24
Mai 13

 

No decorrer de uma entrevista a Fábio Coentrão, é-lhe questionado se o regresso ao Benfica estava fora de questão, tendo o mesmo respondido que, "não sei, nem sei como anda financeiramente o Benfica. Se o Benfica me pudesse ir buscar ou se fizesse uma oferta por mim não diria que não. Se pudesse voltar ao Benfica, voltaria com muito gosto. Sou benfiquista, gostei de representar o clube e ficaria feliz se voltasse."

 

 

E continuou, "quando nascemos temos sempre na familia adeptos de vários clubes. O meu pai é sportinguista e eu gostava do Sporting, mas depois cresci, fui jogar para o Benfica e aí abri os olhos e vi a grandeza do Benfica."

 

 

Concluindo, "não posso esquecer a forma como as pessoas do clube me trataram e como fui acarinhado palos adeptos. Foram todos impecáveis comigo. Só tive grandes alegrias e grandes momentos. Foram todos fantásticos comigo e aprendi a gostar do benfica. Gosto de mais do Benfica."

 

 

São declarações destas que me deixam cheio de orgulho em ser benfiquista.

Grande Fábio.

publicado por aguiavitoria às 20:15

 

O Benfica cumpriu o seu papel vencendo o Moreirense por 3-1, contudo a derrota do Paços de Ferreira por 2-0 frente ao fcp deitou por terra a hipótese que o glorioso tinha de chegar ao título de campeão nacional.  

O Benfica entrou dominador mas não esmagador como normalmente o faz.

 

 

O golo não apareceu, e foi mesmo o Moreirense que aos 43 minutos inaugurou o marcador, tendo tudo começado com uma perda de bola infantil de Jardel , que obrigou a uma falta de Luisão sobre Ghilas. O Moreirense marcou o livre de imediato e o franco-argelino chegou à área, fez o cruzamento e Vinicius, sem marcação, fez o 1-0.

 

 

Lima ainda antes do intervalo atirou uma bola ao poste depois de um primeiro remate de Jardel.

No inicio da segunda parte, Cardozo respondeu presente a um cruzamento de Gaitán, repondo a igualdade.

 

 

O Benfica intensificou a pressão e, após várias oportunidades perdidas, chegou à vantagem mais do que merecida aos 80 minutos por intermédio de Lima, num lance de insistência do brasileiro.

 

 

O glorioso ainda fez o 3-1, através de um penálti convertido por Lima, após Paulinho ter cortado a bola com o braço em cima da linha.

 

 

O resultado final de 3-1, ajusta-se perfeitamente àquilo que se passou no estádio da Luz.

Deixámos escapar um campeonato que estava mais do que ganho, espero que nos sirva de lição para o futuro.

 

 

Mais uma vez os adeptos marcaram presença em grande número, apoiando sempre a equipa.

Isto é o Benfica

publicado por aguiavitoria às 19:12

23
Mai 13

 

Os nossos juniores sagraram-se campeões nacionais, após vencerem em Vila do Conde a equipa local por 2-1.

 

 

Os nossos rapazes conseguiram um feito que já não sucedia desde 2004, por isso fica desde já os meus parabéns a toda a estrutura.

O jogo foi muito intenso, galvanizando a inúmera moldura humana presente.

 

 

O Rio Ave deu muita luta, e somente com muito crer e empenho é que o Benfica conseguiu vencer o encontro.

 

 

Destaque neste encontro para a solidariedade de toda a equipa, não podendo deixar de mencionar João Cancelo que apontou os dois golos do triunfo encarnado.

 

 

Parabéns aos nossos rapazes 

 

publicado por aguiavitoria às 15:24

22
Mai 13

 

Após a derrota em Amesterdão


Imagens que valem mais que mil palavras

 












publicado por aguiavitoria às 14:00

 

O S.L.Benfica perdeu com o Chelsea em Amesterdão, na final da Liga Europa, por 2-1.

Foi o regresso do glorioso a uma final europeia.

 

 

A festa começou logo nas bancadas, onde os benfiquistas demonstraram toda a sua alegria e paixão pelo clube.

 

 

Em relação ao encontro, o Benfica desde o início da partida mostrou ser a equipa mais forte e perigosa.

Cardozo nos instantes iniciais cabeceou com algum perigo por cima da baliza de Petr Cech.

 

 

O Benfica dominava o encontro a seu belo prazer, criando variadíssimas situações de perigo junto da baliza de Petr Cech, faltando no entanto a calma necessária para fazer o golo.

 

 

O Chelsea tentava acalmar o ritmo imposto pelo Benfica, mas davam sempre muito espaço aos encarnados.

Ainda no primeiro quarto de hora, num livre muito bem estudado, um remate no vazio estragou o que parecia ser um golo feito.

 

 

O primeiro remate do Chelsea surgiu já depois dos 25 minutos, com Óscar a atirar de longe à figura de Artur.

Na jogada seguinte houve novamente espaço, desta vez para Gaitán, que também hesitou perto da baliza e optou pelo cruzamento.

Aos 37 minutos, Lampard protagonizou o remate mais perigoso do primeiro tempo, com Artur a responder com uma espetacular defesa.

 

 

Ao fim da primeira parte, o Benfica foi a equipa que recuperou mais rapidamente a bola no meio campo, que pressionou mais, que teve uma circulação de bola mais conseguida e procurou mais a baliza contrária, tendo várias situações perigosas, todas elas dentro da área, contudo o 0-0 teimou em persistir ao intervalo.

Na segunda parte, mais do mesmo, ou seja, o Benfica a criar mais dificuldades ao Chelsea.

Gaitán rematou ao lado, Rodrigo deixou-se antecipar e Cardozo marcou mesmo, mas estava milimetricamente em posição irregular.

 

 

Aos 59 minutos, o Chelsea chegou ao golo, com apenas dois toques, a bola chegou a Torres que após deixar Luisão para trás, contornou Artur Moraes e fez o 1-0.

 

 

O Benfica respondeu quase de imediato, e oito minutos depois, Cardozo não desperdiçou uma grande penalidade (mão de Azpilicueta) para igualar o resultado.

 

 

Após alguns minutos de acalmia, Cardozo despertou o ambiente, numa tentativa de longe que proporcionou a Petr Cech a melhor defesa da noite.

Na jogada seguinte Tacuara teve oportunidade para encostar ao segundo poste, mas o toque saiu defeituoso.

Lampard respondeu com uma bomba que embateu na barra.

Já quando todos esperavam pelo fim do jogo, aos 92 minutos, na marcação de um pontapé de canto, Ivanovicfoi o melhor nas alturas e fez o 2-1 final.

 

 

O Benfica perde a final da liga Europa no período de compensação, tal como havia acontecido no Estádio do Dragão.

 

 

Nem sempre a melhor equipa ganha o desafio, e neste caso ficou mais que evidente que este Benfica é superior a este Chelsea.

 

publicado por aguiavitoria às 13:50

Os Mandamentos de Jesus - www.wook.pt
Contador
Web Site Hit Counters
stats counter
Globo localizador
Contagem Universal
free counters
mais sobre mim
blogs SAPO