31
Mar 11

 

Marinho prolongou o contrato que o liga ao Benfica, admitindo que a renovação é o reconhecimento pelo trabalho que tem realizado ao longo das duas últimas épocas.

 

"É muito gratificante renovar o meu contrato com um clube como o Benfica. É o reconhecimento do meu trabalho nestas duas épocas", disse Mário Carreiras, na presença do presidente dos encarnados, Luís Filipe Vieira.

 

 

O ala reafirmou ainda que, "para esta época, o campeonato nacional é o grande objetivo", depois de no último ano a equipa ter conquistado, entre outros títulos a UEFA Futsal Cup.

 

"A época passada foi muito boa. Conquistámos a Supertaça e a UEFA Futsal Cup. Pretendemos mais títulos, vencendo todas as competições em que estamos inseridos. A nível individual, o importante é melhorar de jogo para jogo", sublinhou.

 

Depois de assinalar que o Benfica "dá aos jogadores todas as condições para praticarem a modalidade", Marinho enalteceu a forma como foi "acolhido por toda a equipa", acentuando que "o grande segredo é a capacidade que o grupo tem em integrar bem quem chega".

 

 

O treinador da equipa de futsal do Sport Lisboa e Benfica, Paulo Fernandes, comentou a renovação do contrato do atleta Marinho.

“Significa um passo naquilo que é pretendido pelo Benfica que é continuar com a hegemonia do futsal em Portugal e isso só se consegue com jovens profissionais que são uma certeza da modalidade”, esclareceu.

Paulo Fernandes deu também a conhecer algumas características de Marinho como homem e atleta. “Seja como pessoa ou como jogador, as características são as mesmas: é uma das pessoas mais frontais que conheço e é um trabalhador nato. É jovem, irreverente e tem todos os condimentos para vingar no futsal”, partilhou.

 

publicado por aguiavitoria às 22:56

 

O Futebol é uma das grandes paixões de José Gonzalez Oliveira. Um dos últimos jogos da equipa do Benfica foi o mote para conhecermos o associado número 1 do Clube. Recebeu-nos em sua casa, de onde já pouco sai, devido à idade – faz cem anos no dia 29 de Setembro – e ao seu estado de saúde.

Tornou-se, ou melhor, tornaram-no sócio daquele que estava longe de sonhar viria a ser o Maior Clube do Mundo, isto quando tinha 11 anos. Foi pela mão do pai que num dia, que já não se recorda, desse longínquo ano de 1922 se tornou sócio. As primeiras memórias sobre a vida do Clube retratam as tardes de domingo onde se chegava à antiga sede na Gomes Freire de manhã e só se saía à noite… eram domingos “à Benfica”, conta: ”O Benfica tinha um salão de festas, onde havia cinema - era o cinema do Sport Lisboa e Benfica - depois do cinema e do almoço íamos ver o Hóquei em Patins, e só depois então é que íamos para o campo”.

Como o pai lhe passou a paixão, também ele o fez em relação aos seus próprios filhos. Teve dois, um já era sócio quando nasceu, o outro inscreveu-o como associado aos 11 meses. Em tom de brincadeira, recorda o que escreveu na proposta de inscrição para sócio, do filho mais novo: “No local onde dizia profissão, como não sabia bem o que pôr, coloquei mamar, ele não sabia fazer mais nada”, contou entre risos.

 

 

 

publicado por aguiavitoria às 15:41

30
Mar 11

 

O Benfica oficializou a contratação de Bruno César, médio brasileiro proveniente do Corinthians que assinou pelo clube da Luz um contrato válido para as próximas seis temporadas.

Bruno César completou os exames médicos e assinou contrato válido até 2017 que tem início a 1 de Julho de 2011. Até lá, o jogador de 22 anos vai continuar integrado na equipa do Corinthians.

A transferência definitiva de Bruno César rondará os cinco milhões de euros, a cláusula de rescisão ficou fixada nos 30 milhões.

 

 "Estou muito feliz por chegar a um clube tão grande como o Benfica. Quero dar muitas alegrias aos adeptos," disse o atleta.

 

publicado por aguiavitoria às 16:18

29
Mar 11

 

 

 

 

O pivot Joel Queirós formalizou, esta terça-feira, a renovação de contrato com o Sport Lisboa e Benfica, na presença do presidente Luís Filipe Vieira. O atleta expressou o desejo de conquistar mais títulos.

Joel Queirós começou por revelar as principais razões para ter prorrogado o vínculo contratual: “Primeiro porque me sinto feliz por continuar neste grande Clube, que me dá condições e garantias de futuro, e também por saber que acreditam e confiam em mim. Isso tudo deixa-me muito feliz.”

O pivot afirmou ainda que quer conquistar “mais títulos” com a camisola dos “encarnados”. “É a promessa que tenho de fazer e que queremos todos. Com golos ou não, isso não é importante. O importante é que consigamos mais títulos para as vitrinas do Clube”, expressou, lembrando que a primeira época foi positiva com a obtenção do título europeu: “No primeiro ano fui campeão da Europa e espero conseguir o mesmo resultado neste segundo ano, mas conquistando ainda mais taças. No ano passado ganhámos a Supertaça e a UEFA Cup e este ano os objectivos passam também por ganhar o campeonato nacional e a final four da UEFA Futsal Cup.”

 


 

Joel Queirós é um goleador nato e espera continuar assim, apesar de salientar que o grupo tem um papel importante no seu sucesso. “Somos uma família, damo-nos todos bem uns com os outros e depois isso reflecte-se dentro do campo. Em relação aos golos, faz parte da posição onde jogo, pois sou um jogador com características mais ofensivas, mas não posso também deixar de referir os outros colegas que jogam em posições mais recuadas e que servem tanto a mim, como os outros jogadores mais ofensivos”, afirmou.

O futsalista reforçou ainda a ideia de que a equipa está a fazer uma boa temporada. “O ano está a correr-me bem, mas também está a correr bem à equipa. Estamos em primeiro e é assim que queremos acabar”, expressou.

 

 

 

O treinador da equipa de Futsal do Sport Lisboa e Benfica, Paulo Fernandes, abordou esta terça-feira a renovação do contrato do atleta Joel Queirós.

“Quero dar os parabéns ao Benfica e ao Joel Queirós pelo passo que foi dado. Este clube é estável e permite-lhe continuar a desenvolver o que ele melhor sabe fazer que é jogar futsal, sendo que para a instituição é a continuação da aposta numa modalidade que tem sido sinónimo de êxitos”.

Paulo Fernandes apontou ainda algumas das características de Joel Queirós enquanto homem e atleta. “Como atleta, Joel tem características ímpares na zona de decisão e escolhe como poucos a oportunidade para marcar golos. Como homem, é um pouco teimoso, mas quando bem medida é bem-vinda. É uma pessoa irreverente, frontal e muito amigo do grupo que considera como sua família”, analisou.

publicado por aguiavitoria às 23:55

 

 Rui Costa actual director desportivo do Benfica e antigo jogador cumpre hoje o seu 39º aniversário.

Apesar de estar fora dos relvados desde 2008, altura em que assumiu o actual cargo que desempenha actualmente no Benfica, continua ligado ao futebol.

Rui Costa, representou clubes como, Benfica, Fiorentina e AC Milan e sempre se exibiu em grande forma deixando saudades aos adeptos do bom futebol.

A FIFA no seu site oficial também lembrou este dia “o médio habilidoso capaz de armar as jogadas mais mirabolantes e perigosas para o adversário”.

 

 

Parabéns Maestro...

 

publicado por aguiavitoria às 23:23

28
Mar 11

 

A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD prolongou o contrato de trabalho desportivo que liga a Sociedade ao central brasileiro Sidnei por mais três épocas desportivas, ou seja, até 30 de Junho de 2016.

O futebolista, de 21 anos, passou a ter uma cláusula de rescisão no referido vínculo contratual de vinte e cinco milhões euros.

 

publicado por aguiavitoria às 18:01

24
Mar 11
 
O autocarro do Benfica foi apedrejado na A41, perto de Sobrado, após o jogo em Paços de Ferreira.
 
 

No regresso a Lisboa, após a goleada por 5-1 ao Paços de Ferreira, a comitiva encarnada foi alvo de «um saco de pedras» arremessado a partir de um viaduto ao quilómetro 41 da autoestrada A41.

O carro onde seguia o presidente do Benfica, atrás do autocarro dos jogadores, foi atingido. Luís Filipe Vieira sofreu «escoriações ligeiras» na mão direita na sequência dos vidros que foram partidos e entraram no carro. O automóvel ficou danificado no capot.

O viaduto em causa era «o único sem policiamento no trajecto até ao Porto».

Na sequência do apedrejamento, o autocarro que transportava a equipa de futebol parou no local e após 30 minutos rumou a Lisboa, enquanto o carro de Luís Filipe Vieira ficou na A41, à espera de reboque.

 

 

publicado por aguiavitoria às 17:46

23
Mar 11

 

O Benfica teve uma das melhores partidas de futebol da presente temporada, ao vencer na Mata Real o Paços de Ferreira por 5-1. O marcador foi inaugurado por Óscar Cardozo, aos cinco minutos, de grande penalidade. Os restantes golos foram apontados pelos argentinos Pablo Aimar, aos 13, e Nicolas Gaitan, aos 25, e o internacional luso Nuno Gomes, aos 82 e 90+2.

 


 

 

Ficha de jogo

 

Jogo no estádio da Mata Real, em Paços de Ferreira.

 

Ao intervalo: 1-3.

 

Resultado final: 1-5.

 

Marcadores:

 

0-1, por Óscar Cardozo, 4 minutos (penalty).

0-2, por Pablo Aimar, 13 minutos.

0-3, por Nicolás Gaitán, 25 minutos.

1-3, por Carole, 27 minutos (autogolo).

1-4, por NunoGomes, 82 minutos.

1-5, por Nuno Gomes, 90 minutos.

 

Equipas:

 

Paços de Ferreira: Cássio, Waderson Baiano, Ozéia, Javier Cohene, Maykon, Manuel José, Filipe Anunciação, Bruno Di Paula (Bura, 45), Mario Rondon, Nélson Oliveira (Caetano, 61) e Pizzi (Amond, 71).

(Suplentes: Nuno Santos, Caetano, Amond, Paulo Sousa, Pedro Queirós, Bura e Antonio Filipe).

 

S.L.Benfica: Roberto, Maxi Pereira, Luisão, Jardel, Carole, Javi García, Franco Jara, Pablo Aimar, Nicolás Gaitán (Carlos Martins, 71), Saviola (Nuno Gomes, 77) e Óscar Cardozo (César Peixoto, 65).

(Suplentes: Júlio César, Nuno Gomes, César Peixoto, Sidnei, Airton, Fernández e Carlos Martins).

 

Árbitro: Artur Soares Dias (Porto).

 

Acção disciplinar:

Cartão amarelo para Javier Cohene (3), Maykon (35), Javier Cohene (41) e Wanderson Baiano (69).

Cartão vermelho para Javier Cohene (41).

  

Reacções:

 

 

Pablo Aimar: “As coisas saíram bem ao princípio, estávamos um pouco cansados do último jogo, mas conseguimos jogar muito bem. É sempre melhorar entrar bem e começar logo a ganhar e depois a ganhar por três golos conseguimos manter a posse de bola”,  “quando sai bem é um futebol de olhos fechados, onde fazemos boas jogadas, mas também há vezes em que as coisas não correm bem. Felizmente hoje correu tudo bem.”

 

 

Jorge Jesus: “O Benfica fez três golos num curto espaço de tempo, reflexo da sua qualidade de jogo, contra uma boa equipa que está no 4.º lugar e por isso foi um jogo bem conseguido. Estamos a acabar o Campeonato numa boa fase”, “quando se fala em sobrecarga de jogos, o que eu acho importante é o tempo de recuperação, independentemente, do número de jogos realizados. Neste jogo a equipa apareceu bem, apesar do Cardozo e do Nico Gaitán se terem queixado de dores musculares antes do jogo. Mais uma vez, mostrámos que estamos bem.”

 

 

publicado por aguiavitoria às 11:36

19
Mar 11

 

O Benfica qualificou-se para os quartos-de-final da Liga Europa, ao empatar a uma bola em Paris, frente ao PSG. O resultado chegou para a passagem à próxima fase, depois do 2-1 no Estádio da Luz.

A equipa de Jorge Jesus até esteve em vantagem no marcador, depois de Nico Gaitán ter marcado aos 27 minutos, beneficiando de um erro do guarda-redes Edel. O PSG empatou por Bodmer aos 35, mas não foi além disso.

Na segunda parte o Benfica conseguiu subir de produção e a baliza de Roberto não voltou a sofrer qualquer golo.

 

 

Ficha de jogo

 

Jogo no Parque dos Principes, em Paris.

 

Ao intervalo: 1-1.

 

Resultado final: 1-1.

 

Marcadores:

 

0-1, por Nicolás Gaitán, 27 minutos.

1-1, por Bodmer, 35 minutos.

 

Equipas:

 

PSG: Édel, Tiene, Mamadou Sakho, Sylvain Armand, Ceará (Maurice, 78), Clément Chantome, Claude Makelele, Nenê, Bodmer (Ludovic Giuly, 68), Jallet e Mevlut Erdinc (Hoarau, 68).

(Suplentes: Grégory Coupet, Makonda, Clément, Maurice, Ludovic Giuly, Hoarau e Sammy Traoré).

 

S.L.Benfica: Roberto, Maxi Pereira, Luisão, Sidnei, Fábio Coentrão, Javi García, Salvio, Pablo Aimar (César Peixoto, 80), Nicolás Gaitán (Jardel, 90), Saviola (Carlos Martins, 64) e Óscar Cardozo.

(Suplentes: Júlio César, Alan Kardec, César Peixoto, Jardel, Airton, Franco Jara e Carlos Martins).

 

Árbitro: William Collum (Escócia).

 

Acção disciplinar: Cartão amarelo para Pablo Aimar (29), Clément Chantome (72), Maxi Pereira (78) e Sylvain Armand (82).

 

Reacções:

 

 

Luisão: “Vamos saborear primeiro esta passagem na eliminatória. Queremos melhorar sempre e agora é trabalhar para que sejamos felizes nas restantes eliminatórias da prova”.

 

 

Carlos Martins: “Sabíamos que o jogo ia ser difícil, mas também tínhamos noção que íamos ter uma massa adepta em grande número para nos apoiar. A passagem é merecida”,  “Não tenho preferência. Qualquer que seja o adversário é para eliminar”.

 

 

Jorge Jesus: "Foi um jogo difícil, porque o Paris Saint-Germain é uma boa equipa. Tem jogadores criativos nas laterais e sabíamos que era importante marcar primeiro, porque ficávamos em vantagem em termos mentais e tacticamente. Na segunda parte, os franceses expuseram-se mais ao nosso contra-ataque e podíamos ter marcado mais golos. Ao fim e ao cabo controlámos a eliminatória", "Dá-nos uma força muito grande. Ninguém movimenta, em Portugal ou no estrangeiro, tantos adeptos como o Benfica e isso deu-nos mais alento".

 

 

De destacar a forte presença humana benfiquista no estádio............................vindo comprovar mais uma vez que o S.L.Benfica é o maior clube do Mundo................

publicado por aguiavitoria às 18:55

Os Mandamentos de Jesus - www.wook.pt
Contador
Web Site Hit Counters
stats counter
Globo localizador
Contagem Universal
free counters
mais sobre mim
blogs SAPO