22
Set 10

Classificação da Liga está adulterada

 


Em comunicado, o Benfica congratula-se com a «coragem» de Vítor Pereira em «assumir erros que influenciaram resultados de vários jogos e penalizaram gravemente» o clube da Luz, negando, ainda, que a posição assumida após o jogo com o V. Guimarães visasse «qualquer tratamento de favor».

No comunicado divulgado no site do clube, os encarnados constatam que a assunção dos erros por parte do presidente da Comissão de Arbitragem confirma «que a actual classificação da Liga está adulterada».

O documento faz referência a um «lance de andebol ontem ocorrido na Madeira», no jogo Nacional-FC Porto, e, no mesmo, é expresso o desejo que «Vítor Pereira não seja “pressionável”, mas que seja suficientemente responsável para perceber que tem elementos dentro da sua estrutura que podem não ter a mesma boa-fé e a mesma competência do seu Presidente».

 

 

Eis o conteúdo do comunicado:

«O Sport Lisboa e Benfica espera que a conferência de imprensa do Presidente da Comissão de Arbitragem, Vítor Pereira, tenha um efeito pedagógico junto dos árbitros e observadores, e que o futuro próximo do futebol português traduza uma melhoria significativa no nível global das actuações das equipas de arbitragem.

Assinalamos a coragem que teve por assumir erros que influenciaram resultados de vários jogos e penalizaram gravemente o Sport Lisboa e Benfica, confirmando, dessa forma, que a actual classificação da Liga está adulterada.

Para a média de avaliação globalmente positiva de que o Presidente do Conselho de Arbitragem deu conta na sua exposição, seguramente não contribuíram as actuações da maioria dos árbitros que dirigiram jogos do SL Benfica.

Percebemos a definição dos critérios elencados pelo senhor Vítor Pereira, concordamos com eles, só não entendemos a falta de uniformização na aplicação desses mesmos critérios, nomeadamente a nível disciplinar e nos livres de 11 metros.
O Sport Lisboa e Benfica limitou-se a expor factos, nunca pretendeu qualquer tratamento de favor, mas não compreende como é que as “zonas cinzentas” apontadas pelo presidente do Conselho de Arbitragem podem explicar tantos erros de arbitragem, nomeadamente o lance de andebol ontem ocorrido na Madeira.

Independentemente do que se passou em Guimarães, o Sport Lisboa e Benfica nunca pôs em causa a seriedade e competência do senhor Vítor Pereira.

Esperamos, de facto, que o senhor Vítor Pereira não seja “pressionável”, mas que seja suficientemente responsável para perceber que tem elementos dentro da sua estrutura que podem não ter a mesma boa-fé e a mesma competência do seu Presidente».

 

 

publicado por aguiavitoria às 13:51

Os Mandamentos de Jesus - www.wook.pt
Contador
Web Site Hit Counters
stats counter
Globo localizador
Contagem Universal
free counters
mais sobre mim
blogs SAPO